domingo, 5 de dezembro de 2010

A Beleza da Tristeza


6 comentários:

Tania disse...

Pode parecer esquisito, mas eu adoro cemitérios! Desde pequena! As esculturas, as fotos antigas, os mármores extintos! E não esqueço do cemitério da Recoleta em Buenos Aires, belíssimo! A ampulheta com asas não me sai da cabeça! "O tempo voa"

Malu Serra disse...

um anjo caido..... quanta tristeza....

Anônimo disse...

A beleza da tristea...OK! Mas não fique muito tempo nela...Gosto de suas coisas belas coloridas!!!!Meua abraço, Lúcia Medeiros

Glorinha L de Lion disse...

Esculturas de cemitérios geralmente são belíssimas. O que estraga é o lugar onde estão...beijos,

Ana Balbinot disse...

Tânia,
Eu também gosto muito da arte dos cemitérios. Vou fazer uma postagem sobre o assunto qualquer dia desses!
Beijos

Malu,
Pois é...ainda bem que, como tudo nesta vida, passa!
Beijos

Lúcia,
OK, esta tristeza não vai ficar muito tempo, nem em mim nem no blog, prometo!
Beijos

Glorinha,
Concordo plenamente!
Beijos

Malu disse...

Realmente, em tudo a beleza... tanto nas coisas alegres quanto nas tristes.
Um abraço