sábado, 17 de setembro de 2011

A Beleza da Cerâmica

A capacidade da argila de ser
moldada quando misturada à
água na proporção adequada,
e de endurecer após a queima,




proporciona aos artesãos
desde os mais remotos tempos,
a possibilidade de criar
desde objetos utilitários até
verdadeiras obras de arte.


A palavra "cerâmica"vem do grego
Kéramos,
e significa "terra queimada"
e as peças de cerâmica mais antigas
encontradas por arqueólogos na antiga
Tchecoslovákia,datam de 24.500 A.C



No  Japão também foram feitas
importantes descobertas arqueológicas
de peças cerâmicas com cerca de 
8 mil anos.

No Brasil, a cerâmica tem seus primórdios
na Ilha de Marajó,sendo uma mostra
da avançada cultura indígena que
floresceu na Ilha, mas estudos
indicam a presença de peças simples,
com cerca 5 mil anos na região da
Amazônia.




A história da cerâmica confunde-se
em certo sentido, com a história da 
civilização: os vasos, as taças e as
ânforas, são  muitas vezes os únicos
elementos com os quais podemos
contar para reconstituir os hábitos
 de povos desaparecidos.


A arte da cerâmica prosperou entre
quase todos os povos ao mesmo
tempo, refletindo em suas formas e cores,
o ambiente e a cultura em que viveram.


Do calor do sol aos fornos usados
hoje em dia para tornar as peças
mais firmes, a cerâmica percorreu e
auxiliou no cotidiano de todos os povos.
Do Neolítico aos dias de hoje,
os artistas continuam,
com seus ágeis dedos,
transformando blocos de argila
em peças úteis e bonitas,
que ajudam a alimentar
o corpo e a alma.


As fotos desta postagem
são de peças da ceramista
Cibele Krukoski,
 uma artista na plenitude de sua
 criatividade e sensibilidade.


E o mais surpreendente:
Ela e seu incrível trabalho
são  acessíveis
(ela está na Feira de Artesanato
 do Largo da Ordem todos os domingos)

e sempre surpreendentes.


Saiba mais aqui.


Bom domingo!


Créditos:
Anfacer
Wikipédia
Cibele Krukoski

7 comentários:

Ivo disse...

Aninha

Não podemos também deixar de lado a utilização da cerâmica em peças de altíssima tecnologia para a indústria aeronáutica, automobilística e outras mais.

Um segmento de utilização que por si só merce algumas postagens específicas.

Beijos (no Gafa, abraços)

Ivo

Malu Serra disse...

Gostei desse post sobre cerâmica, muito bom.
bjs

Silenciosamente ouvindo... disse...

Eu gosto de peças de cerâmica e
portanto gostei muito deste seu
post.
Um beijinho/irene

Ana Balbinot disse...

Ivo,
Tem razão, mas aqui eu acho que cabe mais a parte artística da cerâmica, não acha?
Beijos nos 2

Malu,
Que bom ver você por aqui de novo!
Beijos

Silenciosamente ouvindo,
Seja bem vinda ao blog da beleza e volte sempre!
Beijo

Luiz Borges disse...

Muito bacana essa postagem. Aqui vai um pedido. Faça uma postagem sobre a cerâmica grega e os selos com o tema "cerâmica".
Beijão

Beatriz disse...

Belíssimo post Ana!!!
Como eu amo a cerâmica, queria ter peças lindas assim.... Quando criança gostava de brincar de jogar argila branca nos outros e afundar os pés nessa "lama" maravilhosa! Chegava em casa parecendo uma estátua. Bons tempos que não voltam mais...
Beijinhos
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Ana Balbinot disse...

Luiz,
Pedido anotado!Beijos

Bia,
Eu também brincava muito com argila quando era criança. Aqui em Curitiba tinha um lugar chamado Centro de Criatividade, onde eram ministradas aulas de arte, e eu fazia cerâmica, e amava! Tempos bons mesmo...
Mas se quiser adquirir lindas peças de cerâmica, recomendo a Cibele - autora das peças desta postagem- e a Malu Serra, que comentou logo antes de você. Entre no site dela e veja as maravilhas de trabalhos que ela faz, tenho certeza que você vai gostar.
Beijos