sábado, 24 de janeiro de 2009

A beleza da dragagem do Porto de Paranaguá


Discover Survivor!

Porto de Paranaguá


Canal da Galheta
Breve histórico da dragagem do Porto de Paranaguá:
- 1998: Detectada anomalia no canal, com
depósito de poitas e formação de uma curva “S”,
trazendo perigo às manobras de navios no canal.
- 1999: Concorrência vencida pela BANDEIRANTES DRAGAGEM.
Contratada no ano 2000 por 5 anos (expirou 2005),
sem corrigir o “S” ou retirada de poitas que há décadas eram deixadas
no canal quando da manutenção das bóias de sinalização.

- Outubro de 2006: Emergência contratada com a SOMAR,
embargada na justiça por discussões sobre local
de despejo do material dragado.
- 2007: Grupo de trabalho para proposta de dragagem
formado pela APPA, Capitania dos Portos, práticos, IAP
e a comunidade portuária, entrega relatório técnico à APPA,
para subsidiar novo processo licitatório.
- Dezembro 2007/Janeiro 2008: Concorrência pública com
proposta apresentada pela empresa belga DREDGING
(Grupo DEME/Dragabrás). Como foi a
única empresa participante e com proposta acima do edital,
a concorrência foi anulada por não haver
possibilidade legal de aceitá-la.
- 2008: Inclusão dos portos do Paraná no PAC Federal (SEP),
para a dragagem de aprofundamento dos canais.
Audiência pública será realizada em 30/01/09 na sede da APPA.
- Outubro 2008: Fenômenos meteorológicos no litoral sul
do Brasil (Caso Itajaí),tornaram crítica a
situação do canal da Galheta,
atingido também pelo ciclone tropical e
três ressacas sucessivas que desmoronaram
taludes do canal, estreitando-o de forma
quase impeditiva de navegação.

- Dezembro 2008: Audiência do Superintendente da APPA com
o Ministro da SEP Dr. Pedro Brito, mostrando a situação
emergencial em que o porto se encontrava,
chegando a beira de um colapso operacional,
com graves prejuízos à economia nacional.
Posição do Ministro: A emergência deve ser feita pela APPA
e a SEP dará todo o apoio no fornecimento do cadastro
e modelo legal que aplicou ao caso
da dragagem de emergência do porto de Itajaí-SC.

Figura gerada pela batimetria de Ago/2005: O canal já mostrava deformidade no seu centro


Figura da batimetria de Dez/2008 após ciclones e ressacas:
deformação total do canal e avanços de taludes de areia em vários locais.
A emergência evidenciada.



Figura comparativa do avanço do talude do canal em várias épocas:
Em 121 dias do final de 2008 foi equivalente aos três anos anteriores,
confirmando a gravidade da situação.

Portos do Paraná na discussão do modelo de dragagem:

- O ex-Superintendente da APPA Eduardo Requião , à frente da autarquia desde
Janeiro de 2008 até Setembro de 2008,
promoveu a discussão do modelo brasileiro de dragagem,
a reserva de mercado para as raras e pequenas dragas nacionais,
provocando a mudança no modelo de dragagem do Brasil.
- Resultado: Edição da MP 393/07 após, Lei nº. 11.610/07
– que cria o Plano Nacional de Dragagem.


A dragagem de emergência do Canal da Galheta:

- Modelo adotado pela Secretaria de Portos da Presidência da República
– SEP disponibilizado pelo Ministro Pedro Brito,
na forma em que foi utilizado para o caso do porto de Itajaí-SC.

- Em 31/12/08, a APPA envia ofício-consulta
às oito empresas de dragagem cadastradas pela SEP.

- Publicação em jornais de circulação nacional e
Diário Oficial do Estado PR da consulta de preços.
Onze empresas receberam o material técnico da APPA,
via cadastro da SEP e pelos avisos públicos
de consulta de preços.

- Em 14/01/09 a APPA finaliza o recebimento das propostas e
seu relatório final, com deliberação do Governador do Estado
do Paraná Roberto Requião.

- 20/01/09, assinatura do contrato dos serviços
de dragagem emergencial com a empresa
SOMAR SERVIÇOS MARÍTMOS LTDA.,
no atendimento dos requisitos que a administração
do porto julgou mais adequados à situação crítica do canal.


Finalmente, após muita luta, atracou no cais do Porto de Paranaguá
a draga “HAM 310”, que vai realizar a dragagem emergencial do Canal da Galheta.

Ela chegou por volta das 10 horas da manhã
de sexta-feira (23/01/09) e ficará no cais até que toda a documentação
exigida por órgãos como Capitania dos Portos, Ministério do Trabalho,
Polícia Federal e Receita Federal sejam entregues
e as autorizações sejam emitidas para o início dos trabalhos.


O futuro do Porto na era Pós-Panamax:


O superintendente da APPA - Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina,
Daniel Lúcio Oliveira de Souza disse que,
paralelamente à realização da dragagem,
a Appa vai contratar simulações de navios no Canal da Galheta.
“Quando terminarmos a dragagem,
faremos um convênio para a simulação digital
de operações de navios no canal da Galheta
com a Universidade do Rio de Janeiro e também com a USP.
Apresentaremos os relatórios de conclusão à Capitania dos Portos.
Estes relatórios de simulação vão permitir que a capitania
libere os Portos do Paraná para navios acima de 300 metros,
que são os navios chamados Pós-Panamax.
Atualmente, a norma de navegação vigente em Paranaguá
– que data de 1999 – permite a entrada de navios
de até 285 metros (os chamados Navios Panamax).
Durante a reunião que teve com o novo comandante
da Capitania dos Portos em Paranaguá,
Capitão-de-Mar-e-Guerra Marcos Antônio Nóbrega Rios,
o Superintendente da Appa falou sobre o desejo de aumentar
o tamanho dos navios com possibilidade ser recebidos
nos Portos do Paraná.

De acordo com o Superintendente,
os navios graneleiros de grande porte permitem
uma queda acentuada no custo do frete,
o que proporcionará maior competitividade ao Porto de Paranaguá.


Esta postagem foi praticamente toda "copiada "
do blog
Ponto a Porto ,
de Daniel Lúcio Oliveira de Souza,
o Superintendente da APPA.

Tem muito mais sobre este e outros assuntos
relacionados à área portuária lá.

Não deixe de ir!
Fotografias de Rodrigo Leal

3 comentários:

Daniel Lucio Oliveira de Souza disse...

Pô Ana,

Assim me matas do coração de emoção!

Obrigado pela homenagem.

abração.

Daniel

PS: O "pô" não fica bem pro cargo, mas foi expontâneo.

Ivo e Fátima disse...

Ana

Sempre interessante abordagens isentas do aspecto político da coisa.

A RP da APPA deveria encaminhar o post do Daniel para a imprensa.

Beijos

Ivo

P.S.: Safadeza - vc postou depois de 00:03... Só vi agora de tardinha

吳建豪Alex disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.