terça-feira, 18 de novembro de 2008

A beleza das Cabanas e da Fenomenologia


Discover Michael Hedges!


Eu a-d-o-r-o cabanas!
Pergunto-me se sou só eu e pergunto-me
como as outras pessoas sentem a respeito de cabanas.
Sem dúvida, para mim, esta é uma das mais poéticas imagens do meu imaginário.
Será mesmo que uma imagem por vezes muito singular pode revelar-se como uma concentração de todo o psiquismo?

Como esse acontecimento único e efêmero que é o aparecimento de uma imagem poética singular pode reagir em outras almas, apesar de todas as barreiras do senso comum, de todos os pensamentos sensatos, felizes em sua imobilidade?

A estas questões tentou responder o filósofo francês Gaston Bachelard
no seu ensaio sobre fenomenologia
"A Poética do Espaço"

Segundo Bachelard, o homem habita a sua casa antes de habitar o mundo:
"Todo o espaço realmente habitado traz a essência da noção de casa" e "a casa é o nosso canto do mundo", "o nosso primeiro universo", porque, antes de ser lançado no mundo,
"o homem é colocado no berço".

O começo da vida humana ocorre numa conexão essencial com a casa: o estado de abrigado em casa tem objetivamente primazia sobre o estado de "ser lançado no mundo", o qual é experimentado posteriormente.

O "encontrar-se" no espaço abrigado da casa opõe-se ao estado de lançado no mundo.
Habitar significa não estar abandonado em qualquer lugar de um mundo hostil , significa estar abrigado graças ao "amparo da casa".

Ah....começo a entender!

Imagens via:
Pivoine et Lavande
Marie Claire Maison
Tiny House

8 comentários:

Ivo e Fátima disse...

Primerrónn

Nossa Aninha!

Que postagem mais filosófica. E que bom que pelo menos você começou a entender! Qua qua qua...

Beijos

Ivo

Luiz Borges disse...

Que maravilha de blog! Posso filosofar de pijama em qualquer lugar do lar, transformado em cabana, e sempre ao lado da minha Ana...até que rimou!!! Que bacana!!!!

Fifi Flowers disse...

Adorable little houses! I could use one of those all to myself!

Claudia Pimenta disse...

oi ana! lindas cabanas... bjs!

Linda at Lime in the Coconut! disse...

Adorable Cabins, Ana!! Love each of them!!

Ana B. disse...

Pois é, Ivinho, só comecei a entender! hehehe!
Quem sabe um dia, consigo entender tudo!
Bjs

Rita Celina disse...

Gostei desta frase: Habitar significa não estar abandonado em qualquer lugar de um mundo hostil, significa estar abrigado graças ao "amparo da casa". E é verdade!
Aninha, cada vez gosto mais de tuas postagens, que nos ensinam muitas coisas e nos encantam com as fotos, com os comentários, com tua inteligência e sensibilidade. Parabéns, minha querida! Beijos da sogrinha.

jarles castro alves disse...

Oi Ana como vai?
gostei demais seu blog bastante organizado. Existe um teor artístico em suas composições, e estas sequência de fotos e comentário acerca das cabanas; senti tão bem. obrigado por me proporcionar esta sensação.
JARLES